Às margens de Sousa

Distante mais de 400 quilômetros da praiana João Pessoa, Sousa está encravada em pleno sertão paraibano. Terra onde viveu (e que inspirou), na infância, Ariano Suassuna; onde dinossauros deixaram suas pegadas e homens pré-históricos, suas artes nas rochas; onde as riquezas minerais do solo produzem a melhor água-de-côco do país (penso eu, do mundo!). Sousa abriga um dos campi da UFCG, e 65 mil habitantes.

Às margens da cidade e da sociedade, há 30 anos, vivem comunidades de ciganos. Das três existentes hoje, duas têm 2.500 pessoas.

É delicado falar sobre as condições de vida de um povo que não costuma ter registro civil, o que dirá (talvez por isto ou por picuinha política) figurar na lista de beneficiários de ações públicas, tendo assegurados direitos sociais como regem as boas práticas políticas, o bom senso e declarações universais de direitos humanos.

Assim sendo, resolvi mostrar meu olhar (amador, talvez) sobre essas comunidades, mas deixando a voz quase sempre inaudível do cigano dizer um pouco do que se passa.

Ciganos from Miradas on Vimeo.

Confira a galeria de imagens também no Flickr.

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários



Oba! Seja o primeiro a comentar.

Opa! Comente!

Tsc! Você precisa estar logado para comentar aqui.