Perito Moreno

Ao longo dos 7 mil quilômetros e dos 7 países pelos quais a Cordilheira dos Andes perpassa, o gelo se faz presente numa área de 25.500 km². A maior parte dessa massa gélida é encontrada na Patagônia (Ver quadro). Lá, as geleiras são a principal fonte de água potável para a população, além de ter suma importância para a produção agrícola, industrial e, claro, para o turismo.

As informações são do World Glacier Monitoring Service (WGMS) – uma rede internacional de monitoramento e pesquisa de geleiras. De acordo com o relatório do WGMS (disponível apenas em inglês), nas últimas décadas, as geleiras em todo o mundo vêm apresentando constante redução e algumas estão em vias de desaparecer. A América do Sul não é exceção e as geleiras da Cordilheira dos Andes também apontam sinais de mudanças climáticas no mundo. Tudo isso pode gerar impactos econômicos e sociais em regiões dependentes da água das geleiras, além de contribuir com o aumento do nível do mar.

Na contramão desse processo, na patagônia argentina, a geleira Perito Moreno permanece quase inalterada, um raro exemplar que ainda não se derreteu diante do calor do planeta.

Área de geleiras na América do Sul Em Km2
Argentina e Chile 23000
Peru 1780
Bolívia 534
Equador 90
Colômbia 87
Venezuela 1,8
Total 255000

(Fonte: WGMS)


Perito Moreno


Veja aqui a galeria com todas as imagens desta geleira

Campos de gelo são áreas de geleiras onde se encontram as principais reservas de água potável do mundo. Na Patagônia, o principal é o Campo de Gelo Patagônico Sul, localizado entre a Argentina e o Chile. Na Argentina, o Campo de Gelo Patagônico Sul se estende por uma área de 2.600 km² dentro do Parque Nacional Los Glaciares (tombado pela UNESCO em 1981).

Dentre as várias geleiras deste campo de gelo se destacam Upsala, Viedma e Perito Moreno. Mesmo sendo a menor das três, Perito Moreno é a mais famosa e a mais procurada por turistas, que se vislumbram com a vista panorâmica desde as plataformas ou a apreciam de perto, caminhando sobre ela. Além do apelo turístico, Perito Moreno se destaca da maioria por ser uma das únicas geleiras do mundo que não se reduziu (ou até desapareceu).

Eu conversei por e-mail com o especialista em geleiras professor Andrés Rivera, investigador do Centro de Estudos Científicos (Centro de Estudios Científicos) do Chile, sobre a situação das geleiras na América do Sul e o caso específico de Perito Moreno. Leia aqui.


Fontes:

World Glacier Monitoring Service (WGMS)

United Nations Environment Programme (UNEP)

Andrés Rivera

UNESCO

Jefferson C. Simões – Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Fundación e Instituto Torcuato Di Tella

Parque Nacional Los Glaciares

Greenpeace

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,