Chile

DE PASSAGEM


Percorrer o Chile de Leste a Oeste pode parecer, para os parâmetros da América do Sul, algo quase surreal. É a viagem mais rápida a se realizar nesta região quando o que se deseja é atravessar um país. No seu ponto mais largo, o viajante não passará dos 445 quilômetros que separam a fronteira do Oceano Pacífico, nada se comparados aos mais de 4.000 quilômetros que unem o Norte ao Sul do território chileno.

Essa extensa “tripinha” em nosso mapa foi vergonhosamente pouco explorada por mim. Berço de Pablo Neruda e de um povo apaixonado pelo futebol, o Chile guarda mistérios de um passado fantástico na Ilha de Páscoa e de um sangrento na cruel ditadura de Augusto Pinochet. E expões seus contrastes na extensão, na geografia, no clima, na distribuição de sua gente pelo território e na estrutura socio-econômica da população…

Por cerca de 3 semanas, me enveredei pelo território chileno apenas de passagem; Para seguir viagem pela Argentina desde Ushuaia, minha única opção era cruzar o Estreito de Magalhães. Desta forma, cheguei à Punta Arenas e Puerto Natales, onde olhei de relance uma pequena parte de um dos mais famosos Parques Nacionais do Chile: Torres del Paine; Abandonando terras argentinas definitivamente, de passagem agora por Santiago, resolvi dar uma voltinha pela charmosa e super interessante Valparaíso; Rumo à Bolívia, parei em Coquimbo e, de lá, me aventurei a conhecer, por meia hora, o mar do Pacífico; para, logo, fazer uma pausa na provinciana região do Valle del Elqui, vislumbrar suas plantações de uva para produção de outra bebida nacional (além do famoso vinho), o Pisco, e me encantar com a observação das estrelas num observatório; Por fim, subi nas áridas alturas do indescritível Deserto do Atacama só para alcançar o maior Salar do mundo, Uyuni, na Bolívia.

Seguramente, o Chile é um país que vale a pena ser conhecido e explorado. Quando o fizer direito, prometo que conto…

Confira aqui todas as imagens deste país.

 

Para saber mais:

Superfície: 2.006.096 km² (incluindo o território Antártico e ilhas, como a de Páscoa. Seus domínios se extendem por três continentes: América, Antártica e Oceania)

Extensão: A parte continental se extende por uma área de, aproximadamente, 4.400km, de Norte a Sul. Desde o Norte até seus limites na Antártica, o Chile considera possuir uma extensão de 8.000km de costa. Contraditoriamente, de Leste a Oeste, o ponto mais largo encontra-se no Estreito de Magalhães e não ultrapassa os 445km. Já o ponto mais estreito possui 90 km de largura e localiza-se na região de Coquimbo

Fronteiras: Peru, Bolívia e Argentina

Capital: Santiago

Divisão territorial: A legislação chilena divide o país em 15 regiões administrativas caracterizadas por algarismos romanos, 51 províncias e 346 comunas (que são a menor subdivisão administrativa do país)

População: 17.094.275 (ano 2010)

  • Homens: 8.461.327
  • Mulheres: 8.632.948
  • Urbana: 14.868.172
  • Rural: 2.226.103
  • Idosos: 1.541.759

Densidade demográfica: 8,5 habitantes por km². Quase metade da população do país vive na região metropolitana de Santiago, Valparaíso e Viña del Mar, o que confere ao local a maior densidade demográfica do Chile: 446,9 hab/km² (ano 2010)

Esperança de vida: 78,5 anos

Mortalidade infantil: 7,8 a cada mil nascidos vivos

Natalidade: 14,8 a cada mil habitantes

Saúde: 1 médico para cada 744 habitantes (ano 2009). Em 2008, havia 2,3 camas por mil habitantes. Neste mesmo ano foram realizadas 1,8 consultas médicas por habitante no país

Educação: Em 2009, foram 4.479.589 alunos matriculados

Governo: República

Moeda: Peso Chileno (CLP)

Idioma: Espanhol

Independência: 12 de fevereiro de 1818

PIB: 163.669 bilhões de dólares (ano 2009. Fonte: Banco Mundial)

Renda Per Capita: 180,5 mil pesos chilenos (ano 2009)

Mercado de trabalho (ano 2009):

  • População Economicamente Ativa (PEA): 7.343,78
  • Ocupados: 6.710,99
  • Desocupados: 632,79

IDH: 0.783. 45º lugar no Ranking mundial (PNUD-2010)

Geografia: Sua longa extensão territorial garante ao país uma grande diversidade. No entanto, 80% do Chile possui um relevo acidentado e montanhoso, restando pouco lugar para a superfície plana. A geografia chilena é marcada por 3 tipos: Cordilheira dos Andes, Cordilheira da Costa e Depressão Intermediária, localizada entre as duas cordilheiras. Com uma altitude média de 5.000 metros, a Cordilheira dos Andes tem presença marcante no território chileno, dando algum espaço para as planícies litoreiras e a Cordilheira da Costa, próximas ao Oceano Pacífico

Ponto mais alto do país: Ojos del Salado (6.893 m)

Hidrografia: Rios Biobío, Loa, Baker

Lagos: Villarrica, Panguipulli, Ranco, Rupanco, Llanquihue, Todos los Santos, General Carrera, O’Higgins

 

Fonte: Instituto Nacional de Estadísticas - INE